quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Pavlova desconstruída com fruta macerada em porto e pimenta




Está na moda o conceito dos pratos desconstruídos. Na realidade desconstruir é isso mesmo, colocar de forma diferente do que é habitual.
Ok, podia estar aqui cheia de glamour culinário e dizer que era a ideia original para esta receita. Não, não foi! A pavlova assim que saiu do forno abateu e tive que improvisar.
A verdade é que ficou ótima.

Ingredientes:
6 claras
250 g. de açucar em pó
2 dl de natas bem frias
1 laranja
5 morangos
1 cálice de vinho do porto tinto
5 grãos de pimenta
1 vagem de baunilha
Pitada de sal
Gotas de vinagre balsâmico
Folhas de hortelã-pimenta

Pré-aquecer o forno a 150º.
Bater as claras em castelo com ajuda da pitada de sal.
Ir juntando lentamente o açúcar até formar um merengue consistente.
Colocar uniformemente num tabuleiro forrado com papel vegetal.
Levar ao forno cerca de uma hora até ficar com a consistência de suspiro.

Para a cobertura:

Descasque a laranja, limpando totalmente da parte branca, e parta-a em gomos.
Parta os morangos em quartos.
Junte numa taça o vinho do porto, a pimenta, a hortelã-pimenta e as gotas de vinagre balsâmico. Envolva a fruta e deixe macerar uns minutos até se tomar do gosto.

Empratamento:
Numa taça larga coloque parte da pavlova.
Por cima junte parte das natas e um pouco da calda da fruta.
Repita o processo terminando com a fruta por cima.
Leve ao frio.
Bom apetite!

Sem comentários:

Enviar um comentário